domingo, 31 de março de 2013

Paraisos ...




Muitas vezes penso o que seria o paraíso
Diferente do que as pensam
Para mim o paraíso
E eterna batalha da vida

Não é um momento de pausa ou de louros
Não é um tempo de premiações muito menos de justificativas
Não é a paz eterna
E não é ausência de algo.

Acredito no paraíso dos guerreiros onde a eterna guerra motiva
Onde se morre vai para a mesa
Come-se ... Bebe-se... Sorri... e se volta
Onde se luta... onde se sofre ... mas os olhos mantem a chama da vida ...

Não me vejo em um paraíso cheio de anjos
Ou recompensas por ter sido bom e justo...
Meu paraíso é onde as espadas brilham e ressoam
Onde meu sangue é consequencia de meu suor... esforço e luta...

Onde a musica e trombetas se misturam a luta diária
Onde posso ser eu ... não ter a sombra de meus atos bons ou maus
Onde posso respirar o ar que desejo
O ar da vida... o ar do movimento...

O paraíso para mim é aqui
É a luta
O amor
A existência que posso  lutar... mudar... reagir ... e mostrar que sou o que sou

Nada definido por alguem ou por algo...
Apenas eu em minha luta...
Minhas espadas... meus desejos... meus anseios 

Não é um momento de pausa ou de louros
Minha maior vitoria é estar aqui ainda lutando... ainda vivo...

Não é um tempo de premiações muito menos de justificativas
Meus prêmios vem do meu suor ... da minha vontade... da minha reação...

Não é a paz eterna 
É a paz que tenho no indefinido... o cruzar de armas e os olhos nos olhos

E não é ausência de algo.
É ter tudo... ou possibilidade de tudo... de ser tudo... de poder ser o que eu quiser...

Paraíso...
é o indefinido... 
é o completo...
é o que vivo...


Um comentário:

  1. Lindo texto, meu amigo.
    E essa imagem esta fantástica.
    beijão para ti

    ResponderExcluir